quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Aprovado o PL 1030/15 na Comissão de Finanças e Tributação

Como foi noticiado nas redes sociais pelo nosso sindicato(Twitter e Facebook) foi votado e aprovado por unanimidade na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.o PL1030/15 que trata da readequação da tabela salarial e a reabertura do prazo para opção de adesão ao regime jurídico único, a fim de que os (06) seis empregados públicos que ficaram celetistas também possam tornasse estatutário.

O nosso SINTSAUDERJ firmou entendimento com a Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento e Gestão para que seja incluído no texto do projeto de lei que versará sobre o reajuste do conjunto do funcionalismo público federal que fez acordo sobre reajuste salarial com o Governo Federal, a exemplo do acordo firmado pelo SINTSAUDE/CNTSS/CUT, uma vez aprovado o projeto de lei,  a nossa luta será para obter o pagamento retroativo a janeiro de 2015.

Vamos a luta com aqueles e aquelas que sempre estiveram do lado certo!

SINTSAUDERJ, quem luta conquista!


segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Confirmada notificação pessoal da Ação do FGTS

No último dia 09 de dezembro, em cumprimento a sentença do Juiz do Trabalho BRUNO ANDRADE DE MACÊDO, da 63ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, que julgou PROCEDENTE a AÇÃO COLETIVA DO FGTS movida pelo SINTSAUDERJ, o Sr. Sidney Baptista, Oficial de Justiça, notificou pessoalmente a Procuradoria Regional Federal da 2ª Região, responsável pela FUNASA, para que cumpra a sentença do processo n.º 0010427-83.2015.5.01.0032.
Agora o SINTSAUDERJ aguardará a emissão da Certidão de Trânsito em Julgado para que a FUNASA emita as Guias de Liberação do FGTS dos servidores.


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

TRT1 julga favorável AÇÃO COLETIVA do SINTSAUDERJ para liberação do FGTS

O Juiz do Trabalho BRUNO ANDRADE DE MACÊDO, da 63ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, julgou PROCEDENTE, hoje, a AÇÃO COLETIVA do SINTSAUDERJ que visa a liberação do saldo da conta vinculada do FGTS dos servidores Agentes de Combate as Endemias do Ministério da Saúde (ex-Celetistas). 
Esta é a diferença de quem pensa no coletivo daqueles que só pensam em si.
SINTSAUDERJ 27 anos de lutas e conquistas!

Clique na imagem abaixo e leia a sentença.



Deputado Manoel Junior apresenta parecer do PL1030/15

No dia de ontem, após reunião dos dirigentes do SINTSAUDERJ com o Deputado Federal Manoel Junior o mesmo apresentou parecer favorável ao PL1030/15, que versa sobre a adequação da tabela salarial e reabertura de prazo para opção pelo RJU para os celetistas que ainda não fizeram a opção.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Ação do FGTS (04/11)


A direção do sindicato irá com o advogado e uma Comissão até lá, para verificar o andamento do processo na Vara do Trabalho, dando tudo certo convocamos a categoria para os próximos passos.

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

A Necessidade do Sindicato, por Bertold Brecht

     
Mas quem é o sindicato?
Ele fica sentado em sua casa com o telefone?
Seus pensamentos são secretos, suas decisões desconhecidas?
Quem é ele?
Você, eu, vocês, nós todos.
Ele veste a sua roupa, companheiro, e pensa com a sua cabeça.
Onde more é a casa dele, e quando você é atacado, ele luta.
Mostre-nos o caminho que devemos seguir e, nós seguiremos com você.
Mas não siga sem nós o caminho correto.
Ele é sem nós o mais errado.
Não se afaste de nós.
Podemos errar e você ter razão, portanto não se afaste de nós!
Que o caminho curto é melhor do que o longo, ninguém nega.
Mas quando alguém o conhece e não é capaz de mostrá-lo a nós,
de que serve a sua sabedoria?
Seja sábio conosco!
Não se afaste de nós!

Bertold Brecht foi poeta, teatrólogo e dramaturgo que lutava pela emancipação social da humanidade. Nasceu em 1898 na Alemanha e morreu em 1956. Era filiado ao Partido Comunista Independente e se contrapôs ao autoritarismo e violência do governo soviético comando por Stalin. Suas peças, poesias e demais obra literária formam um dos maiores legados do século XX por expressarem as lutas, os protestos, a rebeldia e os ideais dos cidadãos comuns que viveram um dos momentos mais ricos da história da humanidade.

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Vigília na porta do TRT1 pela liberação do FGTS

Convocamos todos os servidores para Vigília na porta do TRT1 (Rua do Lavradio), quarta-feria, dia 21/10/2015, a partir das 12h, pela liberação da movimentação do saldo das contas vinculadas do FGTS.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Termo Acordo Reajuste Salarial

Vejam a tabela do reajuste salarial assinado pelo Presidente da CNTSS, Sandro Cezar, e pelo SINTSAUDERJ que versa sobre a categoria dos Agentes de Combate as Endemias.






quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Ação do FGTS: Assembleia 19/10

No dia 19 de outubro do ano em curso, ás 10:00 horas  o SINTSAUDERJ realizará assembleia na Porta do TRT1, na Rua do Lavradio , na pauta constará FGTS, Correção do Saldo do FGTS, Ação da Indenização de Campo e debate sobre reajuste salarial.
 Fique ligado caso seja confirmada a sentença do FGTS antes da data em questão vamos antecipar a atividade.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Alerta geral: Sindicato já ingressou com Ação de Correção do FGTS

O SINTSAUDERJ, por orientação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), ingressou em 2014 com ação judicial na Justiça Federal requerendo o afastamento da TR como índice de correção monetária dos saldos das contas do FGTS tendo em vista que o Supremo Tribunal Federal (STF) já decidiu que a TR não se presta para tal.
Assim sendo o sindicato autor pediu a correção do FGTS no percentual de 48,3% no período de vigência de 1999 à 2013 da TR.
Em despacho o Juiz da 29ª Vara Federal do Rio de Janeiro decidiu suspender os trâmites da ação desta natureza em função de decisão do Ministro Benedito Gonçalves no Recurso Especial (RE) n.º 1.381.683 até que a matéria seja julgada pela Corte Especial  do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Para entender melhor sobre o caso leia a nota técnica do DIEESE aqui.


Justiça Federal notifica Caixa Econômica sobre FGTS

No último dia 28 de setembro, foi expedido Mandado de Notificação pela Justiça Federal para que o Gerente de Filial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) responda o Mandado de Segurança impetrado pelo SINTSAUDERJ pedindo a liberação do saldo da conta vinculada dos servidores ACE do Ministério da Saúde (ex-celetistas da FUNASA).
A expectativa do sindicato é que a Caixa siga o procedimento padrão deste tipo de ação, ou seja, responda que não impõe nenhum óbice a liberação dos valores.

 Clique e leia

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Assembleia Geral dia 28/09 - audiência no TRT sobre o FGTS

Convocamos a categoria para a Assembleia Geral no dia 28/09, às 15:00 horas, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho situado na Rua do Lavradio. Lembramos que neste dia será realizada a audiência a acerca da ação ajuizada pelo SINTSAUDERJ sobre a liberação da movimentação do saldo das contas vinculadas do FGTS. Compareçam!

Ministério Público do Trabalho investiga pagamento de auxílio-transporte

O Ministério Público do Trabalho encaminhou notificação ao SINTSAUDERJ sobre investigação realizada através de Inquérito Civil visando apurar irregularidades no pagamentos de auxílios transportes.








quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Saiu sentença a favor dos associados do SINTSAUDERJ contra a CAPSAUDE



No dia de hoje(19/08), a Excelentíssima Senhora Dr.ª Juiza de Direito Maria Christina Berardo Rucker do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro deu sentença favorável aos pedidos formulados pelo SINTSAUDERJ, de que o plano de saúde no pode ser reajustado em valores acima dos índices oficiais de inflação, bem como, não pode alterar a forma de cobrança das mensalidades.

A sentença ainda determinou a devolução dos valores cobrados a maior dos trabalhadores por parte da CAPESAUDE.

domingo, 16 de agosto de 2015

PL1030/15: Votação prevista para quarta-feira(19/08)

O Projeto de Lei de n.º 1030/15 que trata do acerto da tabela salarial dos agentes de combate a endemias, bem como, da abertura de opção para ingresso no Quadro Extinção do Ministério da Saúde consta da pauta de votação da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público para a próxima quarta-feira(19/08), após o Projeto de Lei deve tramitar pela Comissões de Finanças e Tributação e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania-CCJC.

A luta da nossa direção sindical é para que o pedido de urgência seja votado no Plenário para que o projeto de lei uma vez aprovado siga direto para o Senado.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Assembleia do SINTSAUDERJ

No próximo dia 06 de agosto de 2015, ás 10:00 horas, na Sede da Associação Brasileira de Imprensa(ABI), na Rua Araújo Porto Alegre, 71, Centro do Rio de Janeiro-RJ, será realizada a assembleia estadual do SINTSAUDERJ com os seguintes pontos de pauta:

_Liberação do FGTS
_Ação de Indenização de Campo 
_Aprovação de Caravana à para Brasília para aprovação do PL1030/15
_ GAE
_Eleição dos Delegados para o Congresso da CUT
_Assuntos Gerais 

segunda-feira, 20 de julho de 2015

ACEs da Prefeitura do Rio vão à justiça pleitear recalculo do Acordo de Resultados!

Por intermédio do SINTSAUDERJ que ajuizará ação pleiteando a “diferença do 14º salário” (o Acordo... de Resultados), os Auxiliares de Controle de Endemias buscarão na justiça revisão dos valores recebidos. A redução por conta da administração não alcançar as suas metas não pode ser da responsabilidade dos servidores e além do mais, a conta não fecha!

Todos que desejam participar desta ação deverá se apresentar no sindicato para assinar procuração dando ao Sintsauderj a representatividade do servidor e levar os seguintes documentos :
- Cópia do RG;
- Cópia do CPF;
- Cópia Comprovante de Residência;
- Cópia dos Contracheques do Acordo de Resultados dos anos: 2015/ 2014/2013. (É o contracheque específico do 14º salário).

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Relator apresenta parecer pela aprovação do reajuste salarial

Ontem, foi apresentado pelo Relator Sr. Benjamin Maranhão o parecer pela aprovação do PL 1030/2015 que visa corrigir as distorções salariais ocasionadas pela transformação do Regime Jurídico dos servidores da Lei 13.026/2014.

Clique na imagem abaixo e leia o parecer na íntegra.
Resultado de imagem para logo camara dos deputados

Dia 24/07 - Debate sobre aposentadoria - Lei 13.026/2014


terça-feira, 14 de julho de 2015

TRT1 decide que SINDSPREVRJ não representa a saúde

Foi publicado no dia de hoje(14/07), no Diário Oficial decisão da 2ª Turma do Tribunal do Regional do Trabalho da 1.º Região, que manteve a decisão da 60ª Vara do Trabalho em que restou decidido que o Sindicato dos Trabalhadores da Previdência Social(SINDSPREVRJ) não representa os trabalhadores em saúde, em especial os agentes de combate as endemias.

Além do que foi reconhecido como válido o acordo judicial firmado entre o SINTSAUDERJ e o SINDSPREVRJ onde o Sindicato dos Trabalhadores da Previdência Social comprometeu-se a observar o seu registro sindical, para tal deverá excluir de seus Estatutos, Páginas na internet, impressos e demais documentos a menção de representar os trabalhadores da "saúde" e "trabalho".

Sentença diz que SINDSPREVRJ não representa saúde



FUNASA FALTA E AUDIÊNCIA DO FGTS É REMARCADA

No dia de hoje, 14 de julho, a Excelentíssima Senhora Juíza da 63ª Vara Federal do Trabalho do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro decidiu adiar a audiência que julgaria a ação ajuizada pelo SINTSAUDERJ para discutir a liberação do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço(FGTS) para o dia 28 de setembro, às 16:05hs.
O adiamento da audiência ocorreu por conta do não comparecimento da Fundação Nacional de Saúde.

sábado, 11 de julho de 2015

Sindicatos têm legitimidade para execução de sentença mesmo sem autorização de filiados



O Supremo Tribunal Federal (STF) reafirmou entendimento de que os sindicatos têm ampla legitimidade extraordinária para defender em juízo os direitos e interesses coletivos ou individuais dos integrantes da categoria que representam, inclusive nas liquidações e execuções de sentença, independentemente de autorização dos sindicalizados.
A decisão foi tomada pelo Plenário Virtual da Corte, que reconheceu a repercussão geral do tema tratado no Recurso Extraordinário (RE) 883642 e julgou o mérito do processo, com base na jurisprudência dominante já firmada sobre a matéria.
O recurso foi interposto pela União sob o argumento de que os sindicatos, por ocasião da execução de título judicial decorrente de ação coletiva, não atuam como substitutos processuais, mas apenas como representantes. Nele, a União ressaltou ainda que a legitimidade do sindicato para efetivar a execução está condicionada à apresentação de procuração pelos representados.
Em sua manifestação, o relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski, presidente do STF, entendeu que a matéria transcende os interesses das partes e está presente em grande número de demandas similares, “o que recomenda a esta Corte a sedimentação do entendimento sobre o tema, a fim de evitar seu efeito multiplicador”.
Quando ao mérito do RE, o ministro destacou que o artigo 8º, inciso III, da Constituição Federal, estabelece a legitimidade extraordinária dos sindicatos para defender em juízo os direitos e interesses coletivos ou individuais dos integrantes da carreira que representam. Segundo ele, essa legitimidade extraordinária é ampla, abrangendo a liquidação e execução dos créditos reconhecidos aos trabalhadores. “Por se tratar de típica hipótese de substituição processual, é desnecessária qualquer autorização dos substituídos”, afirmou. O presidente do STF citou ainda diversos precedentes da Corte nesse sentido.
A decisão pelo reconhecimento da repercussão geral foi unânime. Quanto ao mérito, no sentido de negar provimento ao recurso e reafirmar a jurisprudência dominante sobre a matéria, ficou vencido o ministro Marco Aurélio.
Fonte: site do STF

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Audiência no TRT sobre o FGTS

Foi antecipada para o dia 14/07, às 08:55 horas,  a audiência no Tribunal Regional do Trabalho situado na Rua do Lavradio,  a acerca  da ação ajuizada pelo SINTSAUDERJ sobre a liberação da movimentação do saldo das contas vinculadas do FGTS.


Convocamos a categoria para vigília na Porta do TRT1.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Férias em dobro: Parecer da CONJUR

A direção do SINTSAUDERJ teve acesso ao parecer da CONJUR/MPOG sobre o pagamento das férias em dobro em razão de que as mesmas não foram pagas da forma correta quando a categoria  era regida pelo regime da CLT.

O parecer da CONJUR é um passo decisivo para tornar realidade o pagamento das férias em dobro aos trabalhadores, uma vez que reconhece ser errado o pagamento de antecipação de férias (70%) sem o pedido dos trabalhadores, assim como, da retenção de  30% .

Ao concluir  o parecerista disse que de plano não poderia admitir o pagamento, mas com o parecer do Ministério da Saúde, fica evidenciado que as férias não foram pagas corretamente, logo o SINTSAUDERJ vai solicitar o imediato pagamento das férias em dobro.

Na nossa opinião teremos mais uma vitória!


  

quarta-feira, 17 de junho de 2015

PL1030/2015

Após reunião com o Líder do PMDB na Câmara dos Deputados Leonardo Picciani o mesmo ficou de apresentar requerimento de urgência no dia de hoje, de posse do requerimento os nossos diretores vão recolher assinatura de outros líderes para submeter a mesa diretora da Câmara. Em sendo aprovado o requerimento o projeto pode ir a plenário rapidamente.

CAPSAUDE descumpre decisão da justiça



A CAPSAUDE vem descumprindo decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que determinou que não houvesse reajuste do plano em função da faixa etária e que não fosse realizada nenhum reajuste além do permitido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

A atitude de não descontar em folha o plano de saúde dos trabalhadores será objeto de outra ação do sindicato contra o plano, desta vez vamos entrar com ação contra o plano por falha na prestação de serviço, com isso aqueles trabalhadores que se sentirem lesados pelo não desconto em folha deverão procurar o sindicato para entrarmos com a respectiva ação para pedir indenização por danos morais.

A atitude que vem sendo adotada pelo plano esta longe de ser a que deveria ser adotada por um plano de autogestão, cujo os trabalhadores em última analise são os donos do plano de saúde, nesta caso os donos estão sofrendo com a direção de plantão, mas as respostas serão dadas nas urnas nas próximas eleições do Conselho Deliberativo do Plano de Saúde.

Verifique no texto abaixo que não tem nenhuma possibilidade de dúvida sobre a decisão judicial, logo repudiamos a informação que vem sendo reproduzida pelo plano de saúde através dos seus canais de comunicação:


Trata-se de embargos de declaração opostos pela Caixa de Previdência e Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde – CAPESES à decisão deste Relator que, em sede de agravo de instrumento que interpôs à decisão da 2ª Vara Empresarial da capital que, em sede de ação de obrigação e fazer que lhe moveu o Sindicato dos Trabalhadores no Combate às Endemias e Saúde Previdenciária no Estado do Rio de Janeiro – SINTSAUDERJ, indeferiu a concessão de efeito suspensivo, mantendo a decisão a quo que deferiu a tutela antecipada para determinar que a embargante se abstenha de efetuar mudança no sistema de custeio do plano de assistência médico-hospitalar dos substituídos e de instituir aumentos a título de reajuste de faixa etária, sendo autorizados apenas os reajustes autorizados pela ANS em razão da inflação.

domingo, 14 de junho de 2015

GECEN, GACEN e GEACE: fim de pagamento de PSS

O nosso sindicato orienta aos trabalhadores do Ministério da Saúde que eram servidores ou empregados públicos dos Quadros da FUNASA, para não aderirem as ações judiciais que tem sido ajuizadas por escritórios particulares de advocacia, sem a menor vinculação com as entidades sindicais sobre a devolução dos valores da GACEN, GECEN ou GEACE descontado a título de PSS/INSS, uma vez que se o servidor obtiver sucesso nas ações em questão, o mesmo não levará os valores das gratificações para as suas respectivas aposentadorias.

Pois o tema é fácil de entender se os valores em comento não mais fizerem parte da base de contribuição para previdência os mesmos também não farão parte do cálculo do beneficio previdenciário, isto vale para aposentadoria e para demais afastamentos.

Estamos de olho! Quem não escuta cuidado, depois escuta coitado! 

sábado, 13 de junho de 2015

Líder do Governo diz que vai acelerar PL1030/15


Em reunião realizada na última terça-feira(09/06) na Sala da Liderança do Governo na Câmara dos Deputados, que contou com a presença do Líder do Governo na Casa Deputado Jose Guimarães e com o Deputado Federal do Rio de Janeiro Alessandro Molon foi acertado que será dada a tramitação célere ao PL1030/2015 que visa corrigir a tabela dos trabalhadores estatuário do Ministèrio da Saúde(Ex-celetistas da FUNASA), afim de efetivar o reajuste de 5% já concedido aos demais trabalhadores do serviço público federal em janeiro de 2015.

O pedido de urgência será colocado na reunião do Colégio de Lideres na próxima semana.

A atividade realizada em Brasília-DF foi mais um acerto da direção do SINTSAUDERJ que demonstrando compromisso com a categoria levou uma caravana para o Congresso Nacional afim de resolver rapidamente o caso.

A questão que salta aos olhos é fato de que a Câmara dos Deputados já esta com a sua pauta trancada a mais de dois meses em razão das medidas provisórias do ajuste fiscal, e um pouco antes pelo debate sobre o PL4330, que versa sobre a terceirização no Brasil.

A audiência contou ainda com a presença do Presidente da CNTSS/CUT Sandro Alex de Oliveira Cezar.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Receita Federal libera 1º Lote de Restituição



A Receita Federal liberou no dia de hoje, 08/06 a consulta ao 1º lote de restituição de imposto de renda. Acesse abaixo o site para consultar:

sábado, 30 de maio de 2015

Correção do FGTS

 Nos últimos dias viralizou na internet um post publicado no Facebook reproduzindo vídeo de uma afiliada da Rede Globo no Nordeste sob o título “Quem trabalhou de carteira assinada entre 1999 e 2013 pode pedir revisão de saldo de FGTS”.


A reportagem, de janeiro de 2014, embora bem intencionada, traz informações equivocadas aos cidadãos. Um dos apresentadores afirma que “a Justiça concedeu a revisão do saldo de FGTS dos 14 anos de contribuição”; com a deixa, surge o repórter dizendo que “muita gente tem direito” à revisão, eis que “de acordo com os ministros do Supremo, esse valor aplicado, que é a Taxa Referencial, estaria incorreto”.
Trata-se, porém, de decisão de juiz de 1ª instância. O STF ainda não proferiu decisão acerca do índice que deveria corrigir o saldo do Fundo.
Em verdade, há um processo sob o rito de repetitivo no STJ, de relatoria do ministro Benedito Gonçalves, que será julgado pela 1ª seção da Corte (REsp 1.381.683).
Na ação, um sindicato argumenta que a TR é parâmetro de remuneração da poupança e não de atualização desses depósitos. Por isso, a CEF estaria equivocada ao usar essa taxa para o FGTS. A ação destaca que a TR chegou a valer 0% em períodos como setembro a novembro de 2009 e janeiro, fevereiro e abril de 2010. Como a inflação nesses meses foi superior a 0%, teria havido efetiva perda de poder aquisitivo nos depósitos de FGTS, violando o inciso III do artigo 7º da CF. O sindicato aponta que a defasagem alcançaria uma diferença de 4.588% desde 1980. A pretensão foi afastada em primeira e segunda instância no caso que chegou ao STJ.
Benedito suspendeu em fevereiro do ano passado o trâmite de todas as ações relativas ao tema. A CEF, que pediu a suspensão, estima serem mais de 50 mil ações sobre o tema em trâmite no Brasil. Dessas, quase 23 mil já tiveram sentença, sendo 22.697 favoráveis à CEF e 57 desfavoráveis.
No STF, o tema está sub judice na ADIn 5.090, em que o ministroLuís Roberto Barroso é o relator.
A ação foi ajuizada pelo PSOL em fevereiro de 2014, sustentando que ao ser criada no início da década de 1990, a TR aproximava-se do índice inflacionário, mas, a partir de 1999, com a edição da resolução CMN 2.604/99, passou a sofrer uma defasagem, a ponto de em 2013 ter sido fixada em 0,1910%, enquanto o INPC e o IPCA-E foram, respectivamente, de 5,56% e 5,84%. Assim, de acordo com os cálculos apresentados na inicial, a TR teria acumulado perdas de 48,3% no período indicado, o que seria inconstitucional.
Ao lado das perdas dos correntistas teria havido, ainda, enriquecimento ilícito por parte da CEF, a quem teriam sido revertidas as diferenças entre o rendimento do Fundo e a correção creditada aos titulares das contas vinculadas. Argumenta o autor, por fim, que os projetos governamentais financiados com recursos do FGTS seriam remunerados com taxas de juros superiores à aplicável ao Fundo.
Em despacho monocrático, o ministro Barroso reconheceu a importância da discussão “para milhões de trabalhadores celetistas brasileiros, cujos depósitos nas contas do FGTS vêm sendo remunerados na forma da legislação impugnada”, anotando que “há notícia de mais de 50.000 (cinquenta mil) processos judiciais sobre a matéria – fato que, inclusive, motivou decisão [em fevereiro último] do Ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça, suspendendo a sua tramitação”.
Reconheceu, ainda, que “impressiona o tamanho do prejuízo alegado pelo requerente, que superaria anualmente as dezenas de bilhões de reais, em desfavor dos trabalhadores”.
Tanto no STJ quanto no STF os respectivos processos estão conclusos aos relatores.
Fonte: www.migalhas.com.br

Veja abaixo o andamento do processo sobre correção do FGTS ajuizado pelo SINTSAUDERJ na Justiça Federal do Rio de Janeiro:


S INFORMAÇÕES AQUI CONTIDAS NÃO PRODUZEM EFEITOS LEGAIS.
SOMENTE A PUBLICAÇÃO NO D.O. TEM VALIDADE PARA CONTAGEM DE PRAZOS.

0106111-48.2014.4.02.5101      Número antigo: 2014.51.01.106111-7
Procedimento Ordinário - Procedimento de Conhecimento - Processo de Conhecimento - Processo Cível e do Trabalho
Autuado em 18/02/2014  -  Consulta Realizada em 30/05/2015 às 07:09
AUTOR   : SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAUDE PREVENTIVA E COMBATE AS ENDEMIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - SINTSAUDE-RJ
ADVOGADO: ANDRE FERNANDES DE ANDRADE
REU     : CAIXA ECONOMICA FEDERAL-CEF/FGTS
29ª Vara Federal do Rio de Janeiro
Magistrado(a) SANDRA MEIRIM CHALU BARBOSA DE CAMPOS
Distribuição-Sorteio Automático  em 18/02/2014 para 29ª Vara Federal do Rio de Janeiro
Processo suspenso  a partir de 29/05/2014
Objetos: FGTS
--------------------------------------------------------------------------------
Concluso ao Magistrado(a) MARIA CRISTINA RIBEIRO BOTELHO KANTO em 16/05/2014 para Despacho SEM LIMINAR  por JRJROD
--------------------------------------------------------------------------------

PODER JUDICIÁRIO
JUSTIÇA FEDERAL
SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO DE JANEIRO
29ª Vara Federal do Rio de Janeiro





Processo nº 0106111-48.2014.4.02.5101 (2014.51.01.106111-7)
AUTOR: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAUDE PREVENTIVA E COMBATE AS ENDEMIAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - SINTSAUDE-RJ 
REU: CAIXA ECONOMICA FEDERAL-CEF/FGTS
Conclusão aberta em: 16 de maio de 2014.
(JRJROD)

Despacho

O eminente Ministro Benedito Gonçalves proferiu, no REsp 1.381.683, decisão determinando a suspensão do trâmite das demandas cujo objeto é idêntico ao desta (afastamento da TR como índice de correção monetária dos saldos das contas de FGTS); in verbis:

¿Ante o exposto, defiro o pedido da requerente, para estender a suspensão de tramitação das correlatas ações à todas as instâncias da Justiça comum, estadual e federal, inclusive Juizados Especiais Cíveis e as respectivas Turmas ou Colégios Recursais.¿

Assim, determino a suspensão deste processo até ulterior deliberação daquela Corte Especial.


--------------------------------------------------------------------------------
Edição disponibilizada em: 22/05/2014
Data formal de publicação: 23/05/2014
Prazos processuais a contar do 1º dia útil seguinte ao da publicação.

Conforme parágrafos 3º e 4º do art. 4º da Lei 11.419/2006 


quarta-feira, 6 de maio de 2015

Assembleia Geral do SINTSAUDERJ, 25/05

No próximo dia 25 de maio de 2015, será realizada a assembleia geral do SINTSAUDERJ, ás 10:00 horas nos Arcos da Lapa, Centro do Rio de Janeiro.

Pauta:

*Entrega do formulário da ação de indenização de campo (crédito na Conta Corrente)
*Ação de Liberação do FGTS
*Reajuste Salarial (PL 1030/15)
*Ação de Correção do FGTS 
*Aposentadoria Especial

A participação da categoria é de fundamental importância neste momento decisivo, pois os trabalhadores (as) tem que demonstrar do lado em que estão, ainda mais não hora que é preciso lutar para liberar pagamento de recursos que nos são devidos.

Dos Arcos da Lapa sairemos em Marcha para o TRT1 na Rua do Lavradio, sua participação será decisiva para a velocidade do andamento do processo na justiça, não esqueça que luta faz a Lei.

Atenção: Estaremos recolhendo o formulário no Local da Assembleia.


quinta-feira, 30 de abril de 2015

1º de Maio: todos à Lapa por Direitos, Democracia, Combate à Corrupção e Contra o PL 4330

Em defesa dos direitos da classe trabalhadora, da democracia, pela punição dos corruptos (mas pela manutenção dos empregos e da Petrobras, patrimônio do povo brasileiro) e contra o PL 4330, que retira direitos históricos de todos os trabalhadores, CUT, CTB , Conlutas, além várias entidades dos movimentos sociais, como MST e UNE, convocam para a grande manifestação do Dia do Trabalhador, no próximo dia 1º de maio, sexta-feira, a partir das 15h, na Lapa.
Dia de luta em homenagem aos mártires de Chicago
O 1º de Maio é um dia de luta por ampliação de direitos da classe trabalhadora e de reflexão sobre os direitos conquistados por trabalhadores de todo o mundo. A história que se tem registro começa em 1986, quando trabalhadores de Chicago (EUA) fizeram uma greve geral para reivindicar redução da jornada de trabalho de até mais de 16 horas diárias para oito horas. A polícia reprimiu violentamente o movimento. Dezenas de trabalhadores foram feridos e alguns mortos. Anos depois, vários países reconheceram  a data como feriado, entre eles o Brasil, a partir de 1925.
Em 2015, nós trabalhadores estamos nas ruas, reivindicando respeito aos direitos duramente conquistados e por sua ampliação .
Em defesa dos direitos, contra o PL 4330 e o ajuste fiscal – Continuaremos a pressão contra  aprovação do PL 4330, que agora passará a tramitar no Senado depois de ter aprovado na Câmara, que retira direitos dos trabalhadores ao permitir uma terceirização sem limites, em todas as funções de qualquer empresa e setor. Também permaneceremos mobilizados contra a Medida Provisória nº 664, que muda as regras para a concessão do auxílio-doença e pensão por morte, e contra a MP nº 665, que dificulta o acesso ao seguro-desemprego e ao abono salarial. Somos contra a política de ajuste fiscal que penaliza os trabalhadores, gerando desemprego e recessão. Defendemos a taxação das grandes fortunas, como primeiro passo para a reforma tributária em nosso país.
Em defesa da democracia, contra o golpe – Nossa luta também é pela manutenção do estado democrático de direito, contra a onda golpista em curso, que, caso vitoriosa, trará retrocessos para a classe trabalhadora, para juventude, para as mulheres. Nossa luta é contra o preconceito de gênero, raça e etnia, crença, orientação sexual, ideologia política e outras opressões.
Corrupção se combate com fim do financiamento empresarial de campanhas – Corrupção se resolve com reforma política, com a proibição do financiamento empresarial  das campanhas eleitorais, e não com golpe de Estado. Enquanto essa forma de financiamento  não for proibida, o sistema político brasileiro continuará a seguir os interesses das empresas que financiam as campanhas, e não os interesses do povo brasileiro.
Em defesa da Petrobras e do pré-sal, patrimônios do povo – A Petrobras é do povo brasileiro e não dos patrões. Os ataques á empresa por parte do empresariado e seus representantes contam com o apoio da grande imprensa e tem o objetivo de enfraquecer esse patrimônio brasileiro, para que possam privatizá-lo e, assim, os recursos do pré-sal , que deveriam ser destinados à saúde e educação, iriam para iniciativa privada, aumento ainda mais os lucros dos capitalistas.


Direito não se reduz, se amplia ! Por reforma agrária, urbana, tributária e política.

Nota de Repúdio da CNTSS/CUT contra agressão de professores

Confederação manifesta sua incondicional solidariedade aos servidores do Estado do Paraná que foram vítimas da tirania do governador Beto Richa (PSDB)


Escrito por: Assessoria de Imprensa CNTSS/CUT


A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, por meio de sua Direção Nacional, vem a público manifestar seu mais veemente repúdio às decisões tomadas pelo governador do Estado do Paraná, Beto Richa (PSDB), que nesta quarta-feira, 29 de abril, desencadearam os atos de violência perpetrados pela Polícia Militar do Estado contra os servidores públicos estaduais, em sua grande maioria professores, que se encontravam em manifestação pacífica nos arredores da Assembleia Legislativa daquele Estado.

As imagens fartamente registradas pelos inúmeros veículos de comunicação presentes no local retratam de forma definitiva e inequívoca a truculência exercida contra os trabalhadores. Flagrantes das atrocidades cometidas contra os servidores estaduais que foram divulgados para todo o Brasil e pela mídia internacional. O fato demonstra claramente a real face do atual governo do estado do Paraná. Uma administração que não dialoga com os trabalhadores, retira de forma despótica e tirânica seus direitos históricos adquiridos a partir de muita luta e, ainda por cima, age de modo cruel e desumano contra os servidores.

A CNTSS/CUT também manifesta sua incondicional solidariedade aos servidores do Estado do Paraná que foram vítimas na data de ontem desta atitude brutal e violenta por parte do governo do Estado. Cenas que pareciam ter se perdido no tempo com o fim da ditadura, mas que foram reeditadas de maneira torpe pelo governador Beto Richa. Todo apoio aos servidores estaduais do Paraná.


Direção Nacional da CNTSS/CUT

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Assembleia Geral

Na próxima segunda-feira, dia 04 de maio, o SINTSAUDERJ realizará assembleia geral, ás 10 horas nos Arcos da Lapa, Centro do Rio de Janeiro.

Pauta:

Liberação do FGTS
Ação de Indenização de Campo
PL 1030/15- alteração da tabela salarial
Informes sobre processo administrativo das férias
Assuntos Gerais.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Nota Oficial Sobre Cobrança Irregular do Plano de Saúde

A posição oficial do nosso sindicato é que o boleto que vem sendo enviado para alguns trabalhadores da nossa categoria constitui fato grave e inaceitável, pois na nossa opinião visa tornar letra morta uma decisão do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro-TJRJ.

Dada a gravidade da atitude adotada pela CAPESESP o nosso sindicato tomará ainda esta semana as medidas cabíveis, para tal solicitamos sejam enviados os boletos emitidos pelo plano junto com a sua respectiva carta, assim como, dois contracheques para email do sindicato, sendo um dos contracheques de fevereiro de 2014 e outro do mês atual.

sintsauderj@gmail.com

Vamos lutar para garantir os nosso direitos...

Começa a tramitação do PL da Correção da Tabela na Câmara

Hoje começou a tramitar na Câmara dos Deputados o PL que versa sobre a correção da nossa tabela salarial, ou seja, o PL1030/15. Isto é uma grande vitória do nosso SINTSAUDERJ, ainda mais em uma ano de forte ajustes econômicos.


Veja as respostas dadas pelo MPOG e AGU ao processo de férias em dobro

A batalha pelo pagamento administrativo das férias em dobro teve mais um avanço, veja as respostas da AGU e do MPOG sobre o assunto: 


Projeto de Lei de correção da tabela já consta no site do Planalto

Veja na página do Planalto o projeto de lei que destina-se a correção da nossa tabela salarial.

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Despacho da Presidente Dilma sobre tabela salarial foi publicado hoje no DOU

No dia de hoje(01/04) foi publicado no Diário Oficial da União(DOU) o Despacho da Presidenta Dilma que encaminha o o Projeto de Lei ao Congresso Nacional que reabre o prazo de opção para ingresso nos Quadros do Ministério da Saúde, assim como, altera o vencimento básico de que dispõe a Lei 13026/14.

Esta é mais uma vitória do SINTSAUDERJ!

Clique na imagem e leia o texto do Despacho Presidencial n.º81/2015





O Despacho da Presidenta Dilma pode ser visualizado na página da imprensa oficial através do link abaixo:

Clique Aqui



sábado, 28 de março de 2015

sábado, 14 de março de 2015

Mantida decisão contra reajuste abusivo de plano de saúde




A Desembargadora da Quinta Câmara Cível  Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro-TJRJ Dr.ª Cristina Tereza Gaulia,   manteve a decisão que concedeu antecipação de tutela determinando que a CAPSAUDE não reajuste o plano de saúde acima da inflação até o transito em julgado do processo ajuizado pelo SINTSAUDERJ.
Esta é uma vitória importante dos trabalhadores, pois não podemos arcar com o aumento acima da inflação, uma vez que o correto é o Governo aumentar aporte de recursos no plano de saúde e não o plano de saúde repassar para nós a responsabilidade de mantermos o equilíbrio atuarial do do mesmo, quando já custeamos a maior parcela dos valores, enquanto, o governo tem o direito a tomar a decisão dos destinos dos recursos pagos pelos trabalhadores, através da figura do voto de minerva, existente no Conselho de Administração da CAPSAUDE, afirmou Sandro Cezar Secretário Geral do SINTSAUDERJ.



ASSEMBLEIA GERAL DO SINTSAUDERJ


Assembléia do SINTSAUDERJ, dia 19 de março, ás 10 horas.
Local: Sede do Tribunal Regional do Trabalho, Avenida Antônio Carlos, Centro do Rio.
Pauta:
Liberação do Saque do FGTS
GAE

Indenização de Campo

Votação do PL do Reajuste Salarial

Multa por atraso na assinatura de baixa na CTPS



Atenção: Liberação da Conta do FGTS:_ Solicitamos que os trabalhadores entreguem cópias da CTPS, das páginas da qualificação, do contrato de trabalho e da conta do FGTS. Assim como, do último extrato do FGTS para aqueles que tiverem tal documento.

As cópias deverão ser entregues no dia da assembleia, quinta-feira, 19/03/2015.

Este dia será decisivo para fazer avançar a nossa pauta, venha fazer valer o seu direito!

A luta dos trabalhadores é o que sempre faz a diferença!





segunda-feira, 2 de março de 2015

Imposto de Renda

Orientamos aos companheiros e companheiras que deverão lançar nas suas respectivas declarações de imposto de renda, os valores constantes nas declarações de rendimentos do Ministério da Saúde  e da FUNASA, sendo que os valores do Ministério da Saúde são apenas de 13.º Salário.

A informação prestada acima já encontram-se devidamente informação a Receita Federal do Brasil pelos Órgão empregadores, quais sejam, Ministério da Saúde e FUNASA;

Aposentadoria Compulsória: 70 anos

Orientamos a todos(as)  agentes de combate as endemias que já tenham completado 70 anos de idade, a comparecer imediatamente ao Núcleo do Ministério da Saúde, no Estado do Rio de Janeiro, a fim de tratar de sua aposentadoria.

A orientação do nosso sindicato é para todos os trabalhadores(as) com esta a idade mencionada acima a agendar no INSS, através do número de telefone 135, para emissão da Certidão de Tempo de Contribuição a fim de averbar as informações no Ministério da Saúde.